Informações sobre o país Portugal

 

Sul de Portugal

O sul de Portugal é composto pelas três paisagens Terras do Sado e Algarve. A superfície de toda a região é plana para montanhosas e tem um clima seco e quente. O Alentejo, o antigo celeiro de Portugal, hoje é escassamente povoado e caracterizado pelo êxodo, os campos de grãos alpinos com olivais e sobreiros dominam a paisagem. Para o cultivo do vinho, vejam como produtos principais os cereais e cada vez mais girassóis. Os prados são usados para pastagem das ovelhas e são cobertos com flores na primavera. Por último, mas não menos importante, os períodos prolongados de seca a serem aliviados pela construção de barragens contribuem para o declínio econômico. Embora sejam controversos por causa do risco de incêndio deles, as plantações de eucaliptos estão aumentando. As regiões costeiras do sul são muitas vezes cobertas de pinhais. Além disso, existem numerosas espécies de palmeiras, das quais apenas a nativa.

Ponta da Piedade, Algarve

O Algarve marca toda a costa sul do país e com suas belas cidades, as falésias e praias de areia tornou-se uma casa de férias freqüentemente visitada, o que trouxe consigo os efeitos colaterais negativos habituais do turismo de massa. As maiores cidades do sul de Portugal são Portalegre, Évora, Beja e Faro e Lagos. O rio que define é o Rio Guadiana, que marca dois trechos mais longos da fronteira com a Espanha. Adaptado ao calor excelente do verão são inúmeras plantas suculentas.

Na ponta sudoeste de Eurpoas, o distrito de Vila do Bispo, inclui as aldeias Sagres, Vila do Bispo, Salema, Hortas do Tabual e Burgau. Além das belas praias escondidas em baías, as belas praias de longitude do lago na costa oeste, você também encontrará o Cabo São Vicente, no alto das falésias e no final do mundo ocidental.

Norte de Portugal

Gerês O norte de Portugal tem um clima relativamente frio e úmido e consiste em duas províncias ou paisagens tradicionais: o Minho no noroeste é uma das áreas mais densamente povoadas do país. As maiores cidades do Minho são Braga e Viana do Castelo. O Minho é referido como o jardim verde de Portugal devido ao seu clima e à vegetação relativamente luxuriante. O vinho é plantado nas encostas dos inúmeros vales dos rios, que depois é transformado no famoso Vinho Verde. Além disso, muitos vegetais prosperam. A vegetação natural é uma mistura da flora do clima temperado e da flora subtropical, dependendo da altitude, há carvalhos e castanhas ou pinheiros e oliveiras.

Nordeste Portugal

Ao nordeste é Trás-os-Montes (Atrás das Montanhas). Este é o lado do norte de Portugal que enfrenta o mar, que é muito montanhoso e, portanto, tem invernos muito quentes e verões muito quentes. A vegetação é muito menos abundante do que no Minho e é mais dispersa para a fronteira com a Espanha. Ambas as províncias têm em comum que seus macios, tais. Marão ou Peneda-Gerês são interceptados por inúmeros rios, como o Rio Minho (rio fronteiriço para a Espanha) ou o Rio Douro. No norte de Portugal é o Parque Nacional Peneda-Gerês, uma importante área protegida do país. Ainda existem remanescentes de florestas naturais, nas quais, especialmente, o carvalho verde é encontrado. As principais cidades do norte são Porto, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Braga, Vila Real e Bragança.

Centro de Portugal

Portugal central é principalmente montanhoso e montanhoso e tem com a Serra da Estrela uma cordilheira significativa com estância de esqui. A montanha mais alta é a Torre com 1.993 m. É o pico mais alto de Portugal continental. As paisagens mais importantes são a Beira, o Ribatejo (Lousa do Tejo, apelidado de Jardim de Lisboa), a Estremadura e a foz do Tejo no Atlântico. Toda a região é muito fértil e tem um clima ideal para a vinificação, de modo que a tradição da viticultura remonta aos romanos. Além disso, cereais, arroz, girassóis e vegetais são cultivados. A região é dividida em duas partes pelo Tejo. As inundações que costumavam assombrar o Ribatejo em uma base regular desapareceram desde a construção de inúmeras barragens. As principais cidades do centro de Portugal são Lisboa, Aveiro, Sintra, Coimbra, Viseu, Leiria, Castelo Branco e Santarém.

Madeira e Açores

Funchal Portugal também inclui os grupos ilhas Madeira (ilha de madeira) e os Açores (ilha dos falcões) no Atlântico. São, exceto para a ilha açoriana de Santa Maria, origem vulcânica. Devido à sua localização ao largo da costa da África, a Ilha da Madeira tem vegetação parcialmente tropical, em parte subtropical. A montanha mais alta de Portugal está localizada nos Açores Ponta do Pico, 2.351 m.

Os rios mais importantes em Portugal são o Tejo, que se eleva em Espanha sob o nome Tajo, Douro (Duero espanhol) e Mondego, sendo o último o rio mais longo que flui apenas por Portugal.

A população portuguesa

Pelo menos em termos da população antiga, Portugal é um país muito homogêneo em termos linguísticos, étnicos e religiosos. A língua portuguesa é falada em todo o país e, apenas nas aldeias de Miranda do Douro, fala-se do dialeto asturiano (Mirandés), reconhecido como uma língua minoritária.

O assentamento mais denso tem uma faixa costeira da fronteira espanhola no norte até a área ao redor de Lisboa. Enquanto 70% da população vive nesta faixa, o sertão e o sul de Portugal são escassamente povoados. Mais de 10% da população é constituída por duas cidades (Lisboa e Porto), enquanto mais da metade vivem em locais com menos de 2.000 habitantes. A tendência em Portugal é para a emigração para as cidades.